Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




por A senhora do gatinho, em 24.07.15

Furos nas orelhas e brincos novos

Gosto muito de brincos. E colares, pulseiras, relógios, anéis, sapatos, malas... bem, difícil será dizer acessórios de que não gosto, por isso vou centrar-me nos brincos.

Fiz o primeiro furo numa orelha aos 18 anos, nas férias do Natal, depois de ter saído da casa dos meus pais, pois até então não tinha permissão para fazer. Sim, todos os pais (ou quase todos, vá) têm coisas estranhas, e os meus era que só podia furar as orelhas quando tivesse "consciência" do que estava a fazer, do tipo "quando tiveres idade para votar, tirar carta de condução e ir estudar para longe, aí saberás o que fazer às tuas orelhas". O meu pai chegou a dizer que se fosse para andarmos com coisas penduradas nas orelhas, já tínhamos nascido com elas furadas (drama! até parece que estava a dizer que queria ser mãe antes de acabar o curso). Então, fiz 18 anos em Setembro e quando voltei a casa, em Dezembro, fui à ourivesaria furar a orelha. Sim, uma única orelha. Apesar de naquela altura já ter permissão para mandar nas minhas próprias orelhas, não quis arriscar - e se eles tinham razão e vai que me arrependo? (tão parvinha e ingénua que se pode ser aos 18 anos... e até mais tarde).

Como o meu objectivo na altura era usar um brinco comprido com um papagaio e umas penas (que agora está outra vez na moda), não era problemático a falta de furo na outra orelha. Mas a verdade é que na minha segunda ida a casa furei logo a outra orelha, e depois mais um segundo furo e mais outro e outro ainda, e até um piercing que infectou e tive que tirar, mas qualquer dia volto a fazer.

Portanto, a minha história com brincos é intensa, quase uma história de amor, e por isso perco-me por eles (bem, talvez não seja por isso, pois também perco-me por pulseiras, anéis, colares, etc., e isso pude usar desde sempre). Adiante, o que importa saber é que adoro brincos, tenho muiiitos e hoje chegaram-me mais uns, estes:

brincos.JPG

 

Gosto muito desta marca, tem sempre peças giras, originais, que não existem em quantidades industriais como noutras marcas e a bom preço. Ah, muito importante, as encomendas chegam super rápido, mesmo cá para os Açores.

Como sou uma querida, aqui fica o site  https://www.sofiagodinho.com/pt/.

=^.^=

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 02:13


1 comentário

De Ana a 24.07.2015 às 14:49

Também gosto muito de brincos mas por vontade própria só furei aos 29 anos. Quanto à minha mãe a única coisa que não quis foi furar-me em bebé como era hábito na altura. Achou que tinha que ser uma decisão minha.
Por acaso brincos é o que gosto mais. Anéis fazem-me confusão, ando sempre a por e a tirar, por isso nunca uso e pulseiras, uso mas se forem grandes fazem-me também confusão a bater nas mesas se estiver a almoçar ou a trabalhar numa secretária.
Tenho é também paranóia de pulseiras nos tornozelos. Adoro.

Comentar post



"Espalhou-se logo a notícia de que uma cara nova se passeava pela marginal: uma senhora com o seu gatinho" [adaptado de Tchékhov].

Mais sobre mim

foto do autor