Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




por A senhora do gatinho, em 01.04.15

Aqui também há gatos

Na casa dos meus pais também há gatos. Poderia dizer "quem sai aos seus...", mas neste caso foi um filme quando trouxe o primeiro (com direito a choro e drama - "se o gato não pode ficar em casa, eu também não fico nesta casa") e um filme ainda maior quando trouxe a segunda (é melhor nem descrever).

Passados 14 anos, há um novo gato cá em casa e desta vez não fui eu quem o trouxe. A minha mãe encontrou-o na rua, em muito mau estado, e decidiu adoptá-lo. O meu pai concordou e tratam o gato como um pequeno príncipe - "agora ele não pode ir ao quintal porque está frio", "agora vai um bocadinho ao quintal apanhar sol"...

Há coisas que mudam MESMO! E hoje acordei com o Xiquinho assim, a olhar para mim, e com cara de "quem é esta que apareceu aqui em minha casa?"

image.jpg

 

=^.^= 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 13:23


4 comentários

De Ana a 01.04.2015 às 18:19

Neste momento tenho um dos meus pais ao colo. Neste caso foram eles que começaram mas primeiro imploramos durante anos. Depois acho que os gatos nos hiptnotizam e nunca mais paramos.

Comentar post



"Espalhou-se logo a notícia de que uma cara nova se passeava pela marginal: uma senhora com o seu gatinho" [adaptado de Tchékhov].

Mais sobre mim

foto do autor